Turma da bleia
Compartilhar Post
19
Jun
Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!

DADOS TÉCNICOS

Nome: Bconnections “Porque amamos ler a Bíblia!”

Criador: Caio Cesar [@caioexpert]

Origem do nome: Vem do termo Bible Connections/Conexões da Bíblia

Idéia: Tornar Interativa e Fascinante a leitura da Bíblia

Visão: Levar cristãos e não cristãos de todo o mundo a conhecer e interagir através da Palavra
de Deus

O QUE ELA TRAZ DE TÃO INTERESSANTE?

Imagine-se lendo a Bíblia sabendo em tempo real o que pessoas de toda a internet comentam
sobre o trecho que você lê!

Você verá a foto da pessoa e o que ela acha, independente do lugar do mundo que ela esteja.
Essa é só uma das funcionalidades de uma rede que acaba de nascer.

Interatividade é, segundo o criador, a palavra que melhor define sua nova obra. Compartilhar
posts sobre cada trecho lido da Bíblia é o coração dessa nova ferramenta cristã. Continue Lendo »

Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!
Compartilhar Post
16
Jun
Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!

Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!
Compartilhar Post
14
Jun
Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!

Fim da PLC 122? Bancada Evangélica anuncia apoio a novo projeto que criminaliza a homofobia mas protege o religioso

Fim da PLC 122? Bancada Evangélica anuncia apoio a novo projeto que criminaliza a homofobia mas protege o religioso

A Frente Parlamentar Evangélica anunciou nesta segunda-feira que vai apoiar o projeto de lei 6418/2005, de autoria do Senador Paulo Paim (PT-RS) e confirmou que o PLC 122, de relatoria de Marta Suplicy, continuará sendo vetado pela Frente Evangélica em todas as comissões, mesmo depois do acordo feito entre a senadora e o senador evangélico Marcelo Crivella que mudou a proposta para fazê-la andar.

O PL 6418 está aguardando parecer na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara sob relatoria da deputada federal Janete Rocha Pietá (PT-SP) mas já tem orientação do líder da Frente Parlamentar Evangélica, deputado João Campos, para que todos seus membros votem a favor dele (são 80 parlamentares). A diferença básica entre este e o PLC 122 é que o projeto de Paulo Paim não penaliza o discurso religioso no texto, ao contrário, ele o protege.

O texto do PL 6418 pune discriminação por orientação sexual no ambiente de trabalho, repartições públicas e comerciais ou quem incentiva práticas discriminatórias e, ainda, tipifica violência motivada por orientação sexual (entre outras) e criminaliza associações de pessoas que incitem violência como os grupos neonazistas. Além de proibir qualquer referência ao nazismo lei parecida com essa existe na França. Como o PLC 122 é constantemente barrado pelos deputados evangélicos, há chances do gabinete de Marta e a ABGLT desistirem de sua tramitação e passarem a apoiar o 6418. Mas as discussões em torno desta possibilidade apenas começaram.

O texto do projeto de lei está abaixo na integra: Continue Lendo »

Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!
Compartilhar Post
11
Jun
Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!

Depois do caso do Zagienf Jr, que repercutiu no mundo inteiro.Não sei ao certo o motivo, mas essa menina do video estava batendo em um moleque o qual não estava revidadando até que…. confira no video e comente o que você acha deste caso tão sério que é o Bullyng .

Existe Bullyng nas igrejas?

View Results

Loading ... Loading ...
Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!
Compartilhar Post
04
Jun
Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!

O pastor Marco Feliciano lançou uma enquete em seu Twitter ensinando aos internautas que se Jesus Cristo houvesse casado, poderia ter nascido uma raça superior.
O deputado federal tentava explicar que, como Cristo não era filho só de humanos, se Ele tivesse um filho seria uma outra raça. “Possivelmente o envolvimento carnal dele com uma mulher poderia culminar com o nascimento de um outro ser, que teria um DNA diferente do normal,” escreveu.
Aos seus seguidores ele explicou que o cromossomo Y vem do macho e o X da fêmea, como Jesus Cristo nasceu de Maria, o cromossomo X veio dela e o Y de Deus.
“Portanto o DNA de Jesus não era como o nosso. Ele tinha cromossomos X, todavia os cromossomos Y não eram humanos. Ele era em si Homem e Deus!”

Fonte: Gospelprime

Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!
Compartilhar Post
01
Jun
Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!

A audiência pública realizada na manhã desta segunda-feira (30), no plenário da Câmara de Maringá, causou muita polêmica entre os mais de 300 participantes do evento. A discussão sobre a lei complementar 331/99, que trata da ocupação e uso do solo do município, irá definir quais tipos de edificações podem ser construídas em cada região da cidade.

A Ordem dos Pastores de Maringá, que congrega mais de 300 pastores e representa cerca de 30 mil evangélicos de Maringá, se opõe veementemente à cláusula que dificulta a construção de templos nas zonas industriais. A lei cita que a autorização ficará à critério da Prefeitura, que pode barrar uma construção e até exigir a transferência das igrejas já existentes.

O presidente da ordem, Elizeu de Carvalho, critica também a imposição de que os templos sejam construídos em terrenos próprios, com espaça para estacionamento e estrutura com isolamento acústico.

“Dificultando, proibindo ou fechando igrejas a Prefeitura está descumprindo um princípio fundamental da lei de uso de solos, que é fazer com que ela cumpra a sua função social”, argumenta Carvalho. O pastor afirma ainda que a lei é obscura e deixa as decisões à merce do gestor, o que não é positivo na opinião dele.

O secretário de Planejamento, Walter Progiante, afirmou que a atual administração não irá impedir a construção de igrejas em nenhum lugar da cidade, com exceção das zonas industriais.

“Exigiremos apenas que as igrejas construam seus templos em terreno próprio. Não vamos mais aceitar locação de imóveis, pois quando isso ocorre não há estudo de impacto ambiental. Com a construção própria, a Prefeitura pode fazer uma fiscalização no terreno antes da liberação do alvará”, explica.

Esta é a segunda audiência pública realizada para debater a lei 331/99 (a primeira aconteceu em 2010). A prefeitura deve levar até 30 dias para formatar as sugestões indicadas durante o evento. Em seguida, o relatório segue para o Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial, onde será debatido pela Prefeitura em conjunto com diversos sindicatos, organizações, universidades e outras entidades de Maringá. Após a conclusão, a lei segue para a Câmara Municipal, onde deve ser votada pelos vereadores.

Notícias cristãs com informações do O Diário

Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!
  • Enquete

    Você dá o dizimo ?

    View Results

    Loading ... Loading ...
  • Links TecnoGospel

  • ASSINE NOSSO FEED

    Receba as atualizações do site diretas em seu email, assine nosso feed:
  • SIGA-NOS NAS REDES
    Turma da bleia
    © Todos os direitos reservados 2014 - Turma da bleia